Casamento Civil

Camila & Diogo: A cerimônia religiosa e o casamento civil

Camila & Diogo

Duas celebrações para uma única união – spoiler: as duas foram lindas!

Hoje o post é um pouquinho diferente! Vamos contar a história de amor da Camila e do Diogo, mas em duas partes! Isso porque a celebração da união dos dois aconteceu assim também: em dois momentos! Foram dois casamentos, um religioso e um ao ar livre. E como não conseguimos decidir qual dos dois encantou mais, pedimos para a Camila contar um pouquinho de cada experiência. Nesse post, vamos te contar como foi o casamento religioso, mas se você quiser pular para ver como foi o casamento ao ar livre é só clicar aqui.

O casamento civil/religioso

Além da reunião de amigos e familiares, em uma grande festa, na serra de petrópolis, a Camila e o Diogo optaram por fazer o casamento civil e religioso separadamente. Elencaram o dia 08 de Julho como sendo o dia para essas celebrações tão especiais, e receberam os amigos mais próximos e familiares para um almoço após a cerimônia!

P: Por que fazer uma comemoração para o casamento civil?

R: Alguns fatores fizeram a gente decidir por fazer um casamento civil e religioso no dia 08/07 apenas para familiares e amigos mais próximos, e uma festa para todos nossos amigos no dia 28/07. As principais são: No dia da festa, queríamos uma cerimônia descontraída, leve, que envolvesse as pessoas, que nossos convidados nos reconhecessem em cada palavra e história contada, então decidimos que seria celebrada pelos nossos irmãos, que nos conhecem mais do que ninguém e que certamente fariam esse momento ser ainda mais especial. Ao mesmo tempo também tínhamos vontade de casar na Igreja… A decisão final veio quando uma amiga que é astróloga contou que dia 08/07 estava um dia lindo para casar e dia 28/07 nem tanto assim. Então foi perfeito. Casamos no dia 08/07 e nossa festa, com cerimonia celebrada pelos nossos irmãos, no dia 28/07.

P: Qual foi a comemoração que prepararam para esse dia? Contrataram fornecedores?

R: No dia do casamento civil e religioso, fizemos um almoço para nossos familiares e amigos mais próximos. Ao todo eram 40 pessoas. Então nós mesmos organizamos, e contratamos bebidas da Porto Di Vino, bolo do Bolo da Chris, bem casados da Elvira, buffet da Pederneiras e fotos da Bruna Schoch.

P: Por que escolheram o colégio Santo Inácio? Foi necessário algum pedido especial?

R: Eu estudei a vida inteira no Colégio Teresiano, mas não consegui fazer o casamento na capela do Colégio. Como escolhemos um domingo (por ser dia 08 e o número 8 é meu número da sorte), muitas capelas só fazem batizados, então meus tios que são super próximos do Colégio Santo Inácio conseguiram que nosso casamento fosse realizado lá, na capela do pátio interno, já que era uma cerimônia pequena.

P: Qual a melhor memória que vocês têm desse dia?

R: Ahh tudo! É o dia do nosso casamento. Estava um dia lindo de sol, a gente estava muito feliz e nossa familia e amigos também.

P: Que dica dariam para um casal que esteja pensando em fazer uma comemoração parecida?

R: Para os casais que também optarem por fazer civil e religioso antes e depois uma festa maior para os amigos, nossa dica é que esse será o dia oficial do casamento, então pensar nele e em todos os detalhes com muito carinho e não focar só na festa.

E aí, amaram as fotos? Agora vem ver o casamento ao ar livre na serra!

1 Comment

  1. Camila & Diogo: um casamento colorido ao ar livre! - Lovestory Wedding

    29 de novembro de 2018 at 21:38

    […] Hoje o post é um pouquinho diferente! Vamos contar a história de amor da Camila e do Diogo, mas em duas partes! Isso porque a celebração da união dos dois aconteceu assim também: em dois momentos! Foram dois casamentos, um religioso e um ao ar livre. E como não conseguimos decidir qual dos dois encantou mais, pedimos para a Camila contar um pouquinho de cada experiência. Nesse post, vamos te contar como foi o casamento ao ar livre, mas se você quiser pular para ver como foi o casamento religioso é só clicar aqui. […]

Leave a Reply