Planejamento, Utilidades

Assessora ou Psicóloga: as angústias que você pode e deve conversar com seu Cerimonial

Conversei com a Carol, cerimonialista à frente da Céu de Tule, sobre as questões que podem afligir aos noivos durante o planejamento do casamento, e qual seria o limite entre os assuntos sobre os quais o cerimonial pode e deve opinar (ou até mesmo ajudar) e aqueles que devemos guardar para as seções com o psicólogo ou a terapeuta! Ela, que tem um relacionamento bem próximo da maioria de seus noivos, garante que ser assessora ou cerimonialista é ser, pelo menos um pouquinho, psicóloga e mediadora de vez em quando!

Vem ver nosso papo na íntegra!

O papel do cerimonial

Quando se escolhe ser cerimonialista ou assessora de casamentos opta-se por trabalhar com sonhos , muitas vezes, o maior deles! E isso é mágico, toca a alma e proporciona muitas alegrias no dia-a-dia da nossa profissão, mas nenhum caminho é percorrido totalmente livre de percalços, certo? E aí que entra uma boa parte do nosso trabalho: lidar com as aflições, ansiedades e conflitos dos nossos noivos.

Quando estamos noivas (ou noivos), parece que qualquer desvio do plano inicial tem o poder de acabar com nossa paz de espírito e isso é totalmente normal e compreensível. São muitos meses preparando, sonhando, imaginando esse grande dia. Muitas vezes essa sensação de “vai dar tudo errado” é apenas a ansiedade. Nossa velha conhecida e atormentadora das noites de sono acaba se manifestando mais frequentemente durante o planejamento do casamento. Ás vezes até quem não costuma ter problemas com a ansiedade pode sofrer com seus efeitos colaterais durante o noivado.

Nessas horas é importante contar com as pessoas próximas a você! Converse com seus pais, seu noivo, seus amigos e escute com atenção os conselhos que elas têm para dar. Mas, sobretudo, conte com quem você escolheu para guiar o planejamento do seu casório. Não somos psicólogas ou guias espirituais mas somos mediadoras de conflito e isso pode ajudar muito nesse processo.

É possível que ao longo desse processo você se pergunte “mas será que cabe falar disso com ela?” e, por isso, fizemos aqui um apanhado de temas comuns que você não só pode como deve abordar com seu cerimonial!

Foto: Studio Couplé

Você pode e deve conversar com seu cerimonial sobre..

1) Problemas com familiares próximos ao casamento

É chato, mas pode ser que vocês tenham alguns probleminhas com familiares durante o planejamento do casamento. Às vezes a limitação da lista pode causar desconforto ou algum problema de anos vai ser trazido à tona quando determinadas pessoas se encontrarem no grande dia. Esse assunto, apesar de super pessoal, é muito importante vocês dividirem com a sua assessora. Não só para ela aconselha-los sobre como proceder com entrega de convites, se é preciso envolver mais alguém na situação, mas também para que a equipe esteja ciente de eventuais questões que precisem ser mediadas durante a cerimônia ou a recepção – como ter o cuidado de não sentar próximas duas pessoas que não se dão, por exemplo.

2) Problemas com o(a) noivo(a)!

É comum que com o stress e a ansiedade algumas briguinhas surjam entre os noivos. Coisas pequenas e bobas que a gente resolve batendo um papinho rápido e desatando alguns nós, mas não deixe de conversar com ele (sempre!) e com o cerimonial se algo realmente começar a te incomodar. As vezes uma questão com a lista, com as escolhas já feitas ou com a postura do noivo (as vezes você esperava mais participação dele e isso não está acontecendo, ou vocês não estão se encontrando com relação aos impasses das escolhas, por exemplo) pode gerar um problema maior, então é melhor resolver e cortar o mal pela raiz. Sua assessora pode te ajudar envolvendo mais o seu noivo nas decisões ou buscando um meio termo entre as questões conflitantes.

3) Problemas financeiros

Em tempos de crise no país, não tem como não falar em problemas financeiros. Todo mundo, hoje em dia, tem algum. E quando falamos de casamento, que é um grande investimento por parte do casal e de quem vai ajudá-los a custear essa celebração, qualquer percalço no caminho pode atrapalhar o sistema de pagamentos acertado no início do planejamento. Por isso, se vocês tiverem qualquer problema financeiro, falem com o seu cerimonial! Essa é a hora de abrir o coração e colocar a real situação em perspectiva para decidir o que fazer, tentar renegociar prazos de pagamento e fazer cortes onde for possível e é a assessoria que poderá ajudar vocês com isso!

4) Inseguranças com relação aos fornecedores

Todas as escolhas de vocês para o casamento têm que ser baseadas em confiança! Se você gostou do serviço do fornecedor e escolheu ele para o seu casamento, é preciso confiar que ele fará o que prometeu. Se alguma coisa aconteceu para que você sinta qualquer insegurança com relação aos seus fornecedores, é caso de conversar e muito com a sua cerimonialista. Juntos vocês poderão avaliar o que houve, a gravidade da situação e se realmente suas inseguranças podem ser sua intuição te chamando a atenção para algo que não está certo e tomar as medidas cabíveis.

5) Pré Wedding e Lua de Mel

Se você está se sentindo atarefada demais com o planejamento do casamento, não sabe se dá conta de fazer outros eventos e ainda planejar uma viagem, converse com seu cerimonial. Na Céu de Tule nós oferecemos como serviço extra a assessoria de lua de mel e dos eventos pré-wedding, então ficamos responsáveis por toda a organização deles se você precisar! Se o seu cerimonial não tiver esse tipo de serviço, muito provavelmente ele terá um parceiro para te indicar e aliviar o seu tempo para prestar atenção no que realmente importa: aproveitar ao máximo o planejamento do casamento.

Foto: Lucas Possiede

E aí? Curtiu o papo com a Carol? Queremos saber que outras dúvidas sobre o serviço de assessoria e cerimonial vocês têm!

colaboradores:

Leave a Reply